Aids de "A" a "Z"

Divulgao de informaes sobre AIDS

Guia de A a Z Projeto Bem-Me-Quer com apoio da TRÔCAIRE - Irlanda - desenvolveu uma agenda telefônica para distribuição gratuita na comunidade com informações sobre AIDS, prevenção e orientações.

Conteúdo de fácil entendimento


A     
Aids


Ainda falando de Aids? Mas já não foi dito tudo? Todos já não sabem tudo o que é preciso sobre a Aids? Esperamos que sim, mas sempre vale a pena lembrar para estarmos alerta.

A Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é uma doença infecciosa provocada pelo vírus HIV (vírus da Imunodeficiência Humana). O HIV ataca e destrói progressivamente as defesas imunológicas do nosso organismo.

Por isso, é sempre bom estarmos atentos e de olhos abertos. Não vire as costas e nem feche os olhos para este problema; é um problema de todos nós!!! Então vamos todos encará-lo de frente.


B     
Beijo


Todos devemos beijar muito. É um ótimo exercício.

Já foi calculado que para você se infectar através do beijo é preciso um balde cheio de saliva, o que significa que é muito improvável que se contraia o vírus desta maneira. É bom lembrar, no entanto, que se a pessoa estiver com uma infecção na gengiva, afta ou corte na boca deve-se evitar o beijo de língua, pois essas feridinhas podem ser uma porta de entrada para o HIV.

Estar alerta com o nosso próprio corpo e cuidar bem dele é um passo muito importante para mantermos o HIV longe da gente. Cuide também de sua saúde bucal


C     
Carinhos e Carícias


Quem é que não gosta de um bom cafuné e de um abraço apertado de um amigo? Todos gostamos e merecemos. Então, não regule!!! Abrace, aperte, faça carinho. Afeto nunca fez mal a ninguém.

O HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) não é transmitido pelo suor, pelas lágrimas, por picadas de insetos, pelo contato com a pele e muito menos doando sangue. Não se transmite através da tosse, espirro, aperto de mão, abraço, roupas, toalha, cadeiras, bancos e piscina.

Por isso não economize gestos de afeto. Demonstre carinho para com todos.

A gente pode usar o mesmo banheiro, roupas ou toalhas, a mesma xícara, ou brincar com uma pessoa portadora do vírus da AIDS sem nenhuma preocupação.


D     
Drogas


A escolha de usar ou não drogas é estritamente sua. Você escolhe o que quer fazer de sua vida, afinal a vida é sua. Mas lembre-se: É a única que você tem!!!!

O HIV é transmitido também através do sangue; portanto o vírus te contagia se o seu sangue entrar em contato com o sangue de uma pessoa portadora do vírus. Isso pode ocorrer ao compartilhar agulhas no uso de drogas injetáveis.

Portanto não compartilhe agulhas e seringas!

Se a situação já está uma droga, e a coisa está feia, evite que ela fique bem pior. Se proteja. Não compartilhando seringas, você evita a contaminação pelo vírus HIV, assim como por hepatite B e C e muitas outras complicações.


E    
Exames


O exame para a detecção do vírus HIV é gratuito em qualquer serviço público de saúde. O exame mais utilizado para tal é o ELISA que detecta os anticorpos que o organismo produz após o contato com o vírus HIV.

É importante saber também, que ninguém pode te obrigar a fazer o exame. No entanto, fazê-lo é uma questão de consciência, então, se você tem consciência, use-a.

Preserve você e doenças sexualmente transmissíveis Na dúvida faça exames


F    
Fazer ou não fazer, Eis a questão!


Você saiu para paquerar e encontrou alguém que fez seu coração bater rápido e ficar elétrico. Rolou um clima dos bons, com beijos, amassos, cafungadas no pescoço... e rolou aquela chance de uma boa transa. Aí a pergunta inevitável: Fazer ou não fazer? Eis a questão! Se você acha que vai ser bom para você, que é uma coisa que você quer muito e etc, então vá fundo, mas NUNCA SEM PROTEÇÃO!!!

O vírus HIV é transmitido através do ato sexual, pois está presente nos líquidos que saem dos órgãos genitais do homem e da mulher (infectados) durante a relação sexual, podendo ir para o sangue do parceiro(a) através das feridinhas na pele mais fina do ânus, da vagina, do ânus ou da boca. O uso da camisinha evita a entrada do vírus.

Então, resolveu fazer: USE CAMISINHA, você curte a transa e se mantém protegido. Não vacile, é a sua vida que esta em jogo!!!


G     
Gravidez


O HIV é transmitido de mãe soro positivo para filho durante a gravidez, no parto e na amamentação ( Contágio Vertical ). Se a criança não foi infectada durante o período de gestação (gravidez), ela pode vir a ser infectada

o parto, especialmente o parto normal, pelo contato com o sangue infectado da mãe, ou mesmo na amamentação através do leite.

No entanto, existem tratamentos preventivos tanto para a infecção, no período de gestação, assim como para possível infecção durante o parto através da cesariana, que diminui muito o contato e o tempo de exposição com o sangue infectado da mãe.

Preserve seu filho e doenças durante a GRAVIDEZ


H    
HIV


O HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) tem características muito peculiares. Em primeiro lugar, diferentemente de muitos outros vírus conhecidos, o HIV tem como característica, uma evolução lenta, ou seja, uma vez contaminado (soro positivo) o indivíduo pode demorar anos para apresentar sintomas, isto é, para se tornar doente de AIDS. Existem, no entanto, outras formas de diagnosticar a doença AIDS (exames de laboratório); por este motivo é sempre recomendável que mesmo sem apresentar sintomas, o soro positivo busque sempre acompanhamento e orientação médica.

Outra característica peculiar é o fato de o HIV ser um vírus mutante (ele muda suas características de pessoa para pessoa), o que dificulta a criação de uma vacina contra a Aids ou mesmo de medicamento para a cura da doença. Portanto, a prevenção contra a contaminação ainda é a melhor cura contra a Aids.


I    
Ignorância


Existem muitos tipos de ignorância. Você pode ignorar alguma coisa porque não tem conhecimento sobre ela. Mas existem outras formas de ignorância, que são, no mínimo, perigosas, que é quando você tem informação, mas ignora, age como se não soubesse.

Agora que você está se informando sobre os riscos de contágio, prevenção e tratamento do HIV, não ignore! Se você vai transar, não ignore a camisinha, se você vai usar droga injetável, não ignore o uso de agulhas, seringas e cachimbos descartáveis, sem compartilhá-los com ninguém. Se você gosta da vida, não a ignore!!!


J    
Janela Imunológica


Imagine que dentro do nosso corpo existe um exército, com quartel e muitos soldados diferentes que defendem a gente contra as doenças, que são como soldados inimigos (os vírus, por exemplo). Quando os soldados inimigos conseguem entrar dentro do nosso corpo, no quartel (sistema imunológico) fica todo mundo alvoroçado e mandam um soldado para reconhecer o inimigo. Este soldado volta e cria, ou treina outros soldados especiais para lutar contra aquele inimigo específico. A estes soldados especiais damos o nome de Anticorpos. A criação e treinamento desses soldados especiais demoram um certo tempo. A este tempo de criação e treinamento damos o nome de janela imunológica.

Em média, o organismo demora 3 meses (janela imunológica) para a produção de anticorpos anti HIV. Portanto, se o exame, que detecta os anticorpos anti HIV, foi efetuado dentro deste tempo de aproximadamente 3 meses entre a situação de risco de contágio e a data de coleta de material para exame, pode ser que o resultado seja negativo mesmo se a pessoa tiver contraído o vírus, por isso é sempre recomendável esperar mais três meses para coletar novo material e fazer o exame confirmatório.


L    
Liberdade - Só existe com responsabilidade


Nunca é demais lembrar que o vírus da AIDS só pode nos pegar se dermos espaço e chance pra ele. Para evitarmos o contágio basta nos protegermos, usando camisinha em todas as relações sexuais, não compartilhando agulhas, seringas e cachimbos, e prevenido o contágio durante a gravidez, no parto e na amamentação.

Liberdade é viver sem medo!!! Proteja-se, previna-se e esteja sempre atento, deixando assim o medo e a preocupação longe de sua vida.


M     
Masturbação


O vírus HIV, como já sabemos, é transmitido através do ato sexual, seja ele vaginal, anal ou oral; através do contato com os líquidos genitais do homem e da mulher contaminados com as mucosas da boca, da vagina, do ânus ou da glande do pênis, MAS NÃO É TRANSMITIDO ATRAVÉS DA PELE.

Ou seja, não se transmite o HIV através do contato das mãos, ou da pele em geral com os órgãos genitais.

Por isso, se o clima está bom, a coisa está quente, e a camisinha faltou para a festa, curta e descubra outros caminhos para a "felicidade", e dê uma mãozinha para a sorte.


N     
Noitada da boa


Quantas pessoas você não conhece que já exageraram ao sair para se divertir? Muitos de nós já cometemos algum tipo de abuso, enchendo a cara, usando algum tipo de droga, ou mesmo comendo demais. Estes abusos até podem estragar uma noitada da boa, mas não podem, de jeito nenhum, colocar a nossa vida em risco.

Fique atento ao seu estado mental, emocional e de saúde. Muitas vezes nos colocamos em risco porque não temos consciência do que estamos fazendo ou mesmo porque ignoramos, em momentos de alterações, informações que são vitais para nos protegermos. Aprenda a evitar misturas desastrosas, e se sabe que tem possibilidade de se alterar, crie maneiras de evitar maiores riscos. Tenha camisinha sempre a mão, mas não a deixe de fora da festa.


O     
Overdose


Overdose é uma palavra inglesa que significa "sobre dose" ou "super dose", ou seja, uma dose associada a alguma substância, que está além daquela que seria adequada ou suportada pelo organismo. A Overdose é usada para designar o risco de vida a um uso abusivo de substâncias, sejam elas drogas lícitas (permitidas por lei, como barbitúricos, benzodiazepínicos, álcool, tranqüilizantes e outros remédios) ou ilícitas (proibidas por lei como cocaína, heroína, LSD, ecstasy e demais drogas diferentes), sendo que uma droga acaba por potencializar a outra, tornando-a mais forte. Uma overdose pode levar a morte, e geralmente leva, se o indivíduo não for socorrido a tempo e da maneira correta.

É sempre bom lembrar que quando a gente resolve usar drogas, temos que aprender como nos proteger, não só da contaminação por HIV, hepatite e outras doenças, mas também de outros riscos que corremos. Por isso, busque sempre se informar sobre os riscos de cada droga, e nunca se coloque em riscos, principalmente se não tiver alguém por perto. A overdose mata, e pode matar muito rápido

Não vacile!!!


P    
Preservativo


O preservativo deve ser usado uma única vez e descartado após o uso. Nunca use duas ou mais camisinhas de uma só vez, desta forma elas podem rasgar e não servir para nada. Guarde a camisinha em lugar fresco, sem umidade e protegido da luz; pois o contato e a umidade podem danificá-la. Verifique sempre a data de validade e jogue ela fora caso a embalagem esteja danificada. Não use óleos ou lubrificante que não seja à base de água. Tire a camisinha da embalagem só na hora de usar, e não use os dentes e objetos cortantes para isso.

Lembre-se: "Sem camisinha não insista"


Q    
Quem vê cara não vê AIDS


Não é só porque uma pessoa é linda, é maravilhosa, que ela não tem AIDS, afinal, pessoas não têm selo de garantia. Na hora do vamos ver, se ela se recusar a usar a camisinha, não entre nessa, pois quem vê cara não vê AIDS.

Como já sabemos, o vírus HIV, por suas características, atua de forma muito lenta, fazendo com que, muitas vezes, uma pessoa soro positiva (portadora do vírus HIV) demore muito tempo para se tornar e parecer doente aos nossos olhos. Ela, mesmo sem estar doente de AIDS, está contaminada pelo vírus e pode contagiar outras pessoas. Também, como já sabemos, o HIV é um vírus mutante que muda de pessoa para pessoa, e um soro positivo pode se contagiar mais de uma vez por tipos diferentes do HIV, aumentando e muito, as chances de adoecer mais depressa e mais violentamente. Portanto, mesmo que você seja soro positivo e transe com alguém que também seja, USE CAMISINHA SEMPRE!!!

Não se deixe enganar, e não se engane. Se preservar nunca foi um ato de desrespeito pelo outro; e ato de coragem não é acreditar ou se colocar em risco, mas coragem mesmo é saber se proteger, e dizer NÃO, SEM CAMISINHA. NÃO VEM QUE NÃO TEM!!!


R     
Redução de danos


A redução de danos constitui-se por um conjunto de ações e medidas de saúde pública voltadas a minimizar as conseqüências adversas do uso de drogas. O princípio fundamental que a orienta é o respeito à liberdade de escolha, à medida em que os estudos e a experiência dos serviços demonstram que muitos usuários, por vezes, não conseguem ou não querem deixar de usar drogas, e mesmo esses precisam ter o risco de infecção pelo HIV e hepatite ‘minimizados’.

Na verdade, a primeira coisa que precisamos em redução de danos é começar a pensar de um modo diferente, minimizando, tornando menor, o maior de todos os danos: o PRECONCEITO! Pense nisso!


S     
Saiba seus direitos


Direitos de saúde: a Constituição Federal garante atendimento de saúde gratuito a todo cidadão através do Sistema Único de Saúde (SUS). O exame anti HIV pode ser feito no serviço público de saúde e o teste e resultados são confidenciais. Se o serviço de saúde se recusar a atendê-lo por você ser soro positivo, ou por qualquer outro motivo, comunique ao seu sindicato e faça um boletim de ocorrência na delegacia de polícia! O soro positivo tem direito a tratamento e acompanhamento médico.

Direitos Trabalhistas: Nenhuma empresa pode exigir o exame anti HIV como condição de admissão. Não é obrigatório apresentar o teste sorológico ao seu empregador. Em caso de demissão por ser portador do HIV, denuncie o fato ao seu sindicato ou associação de classe. Caso esteja doente de AIDS, você tem direito à liberação do seu PIS, FGTS, independentemente da rescisão contratual. Apresente na Caixa Econômica Federal: atestado médico, carteira de trabalho e RG. O soro positivo doente de AIDS também tem direito ao auxílio doença, aposentadoria ou pensão por morte aos dependentes, se a AIDS manifestar-ser após a filiação à Previdência.


T     
Tratamento


Se você está lendo toda esta agenda, deve estar achando que o HIV é um monstro que ainda não podemos controlar, e que se a gente bobear vai acabar com a humanidade. Ele é realmente um monstro, mas não é invencível. Se você é soro positivo, não precisa se desesperar. Existem muitas formas de lutarmos contra ele, mesmo quando ele já está dentro de nós: são as formas de tratamento.

Existe, atualmente no mercado, 16 medicações fornecidas GRATUITAMENTE pelo Ministério da Saúde que constituem o que chamamos de "coquetel", que nada mais é que a junção de algumas dessas mediações. Ainda não existe nenhum medicamento que elimine o vírus do organismo, no entanto, os medicamentos mencionados têm a função de inibir a multiplicação do HIV, e desta maneira, impedir a manifestação da doença AIDS. A doença AIDS é identificada pelo aparecimento de outras doenças, as doenças oportunistas e também por exames de laboratório.


U    
Ultrapassado


Doar sangue não transmite HIV e não é um ato pecaminoso, mas sim de amor para com aqueles que precisam de sangue. Se aproximar, conversar, abraçar, conviver e principalmente respeitar o soro positivo não oferece nenhum tipo de risco de contaminação pelo HIV, só demonstra a consciência, o amor e o respeito que temos pelo ser humano. Acreditar que todo usuário de droga é um criminoso e que deve estar isolado da sociedade e ser punido pelos seus atos não é sinal de preocupação, nem muito menos de inteligência; é sim sinal de ignorância, desrespeito e medo. Ter relações sexuais sem uso de preservativos, assim como compartilhar agulhas, seringas e cachimbos no uso de drogas, não é sinal de coragem, nem muito menos de confiança, mas de falta de informação e de amor próprio.

Por isso, vamos nos atualizar e nos informar sobre aquilo que é realmente importante. Vamos ser modernos e conscientes, e fazer desse mundo um mundo melhor para todos nós!!!


V     
Vacilei


A camisinha estourou, pirei e não usei, compartilhei seringa na hora do desespero. VACILEI, e agora o que fazer? Estou morrendo de medo e não posso voltar atrás. Será que eu vou morrer?

Se você viveu qualquer situação de risco, procure imediatamente o serviço de saúde mais próximo e peça orientação ao médico, de preferência um infectologista. Ele pode ter informações que diminuam este risco e que o previnam de outros, além de te fornecer uma orientação mais adequada e segura.

Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje, pois ontem você esqueceu do amanhã e acabou se dando mal hoje.

Não se dê mais mal. Procure ajuda!!!


Z    
Zelando por todos!


Será que já sabemos tudo o que é preciso para lutar contra o HIV?

Com certeza, se você chegou até aqui e leu com atenção, você sabe o suficiente sobre AIDS, HIV, como se prevenir, como buscar ajuda e como se tratar. Mas não basta saber, tem que participar!!! Tem que usar todas estas informações a seu favor, a favor de quem está a seu lado; a favor de todos nós!Não regule informações, passe sempre adiante. Mostre que você é uma pessoa informada e consciente, que não é nenhum ignorante e que sabe o que fazer quando o assunto é AIDS.

Respeite a si mesmo, respeite seu próximo; respeite seu semelhante, e também respeite seu diferente!

Com respeito, informação, consciência, cuidado e principalmente prevenção, todos nós podemos vencer a AIDS.


Fontes:

Manual de Redução de Danos
Cartilha DST AIDS
Cartilha Jogo de Corpos
Material Informativo
CRT DST AIDS de São Paulo
Revista Saber Viver



Telefones Úteis

Disk AIDS
0800-162550

CRT DST / AIDS
(0xx11) 5087-9899 / 5087-9860

Bombeiros
193

Disque Saúde
1520

Pronto-Socorro / Ambulância
192

Farmácias de Plantão
136

AME-SE!
Aprenda a se cuidar...


Fique Frio - Assim não se pega:

Fazendo doação de sangue
Abraço, carinho, beijo na boca,
lágrima, suor, saliva, espirro,
copos, talheres, roupas, toalhas,
cadeiras, sanitários, piscinas, etc.

Fique Esperto - Assim se pega:

Relações sexuais vaginal, oral, anal
sem uso da camisinha;
Ao compartilhar seringas;
Transfusão de sangue contaminado;
Da mãe para o filho durante a gestação,
parto ou amamentação.
Por isso o Pré-Natal é fundamental.

Projetos
Um Click para a saúde
Guias
Facebook
Procurar
Rua Dr. João Rodrigues de Abreu, 352
Perus - São Paulo/SP - CEP: 05202-090
Fone/Fax (11) 3917-1513
bemmequer@bemmequer.org.br
© Copyright 2016 | Projeto Bem Me Quer ® Todos os Direitos Garantidos | Desenvolvido por Convert Publicidade